domingo, 26 de julho de 2015

APOCALIPSE (DC COMICS)

Apocalypse (Doomsday em inglês) é um super-vilão fictício pertencente ao universo da DC Comics, que se tornou conhecido internacionalmente por ter sido o responsável pela morte de Superman na bem-sucedida história A morte de Superman (Superman #75 nos EUA). Ele é fruto de experiências feitas por um cientista alienígena em Krypton, daí seu ódio pelo Superman, pois Krypton foi o local de suas inúmeras mortes e renascimentos.

Origem

No planeta Krypton, muito antes do racismo humanoide Kryptoniano dominar, monstros de ferocidade inigualável infestavam o planeta. Era um mundo violento onde apenas a criatura mais forte de todas sobrevivia (na altura, dizia-se que a espécie que dominava era a mais perigosa do universo). Um grupo de cientistas que viviam num domo procuravam criar o ser supremo. Um deles, de nome Bertron, teve a ideia de lançar um bebê de outro mundo para fora do domo. Os monstros imediatamente o mataram. O cientista usou máquinas para recolher os restos de DNA do bebê. Clonando-o, enviou novamente a criança para fora do domo, com resultados iguais. Assim foi ano após ano, década após década. O cientista recolhia os restos, clonava, e enviava o bebê para ser morto pelos monstros (quando o próprio ar de Krypton, na época tóxico, não se encarregava de fazê-lo). Entretanto, a cada clonagem, o bebê ia evoluindo centenas de anos, criando pele cinza, e saliências ósseas, bem como ausência de órgãos internos. Um dia, ele se tornou poderoso o bastante para exterminar todos os monstros que infestavam Krypton. Como segunda tarefa, ele se voltou contra Bertron e os cientistas do domo, matando a todos. Parece que a criatura mantinha vagas memórias de cada re-clonagem, e a agonia das suas mortes eram registradas nos genes levando a que odiasse toda a Vida. Entrementes, uma nave que costumava trazer suprimentos aos cientistas aterrou em Krypton, e a criatura usou-a para escapar de lá, chegando a um planeta chamado Calaton. Por 3 anos, a criatura matou e destruiu tudo o que encontrava no planeta. Quando apenas a capital existia, um grupo de sábios criou uma máquina onde, em sacrifício, a força vital da Família Real seria captada para criar um ser chamado Radiante. O Radiante foi capaz de matar Apocalypse. Os calatonianos fizeram o ritual fúnebre habitual, ou seja, amarraram-no para que o seu espírito não se levantasse na outra vida. Além disso enviaram-no para o espaço astral onde ficaria à deriva caso não tivesse batido em asteroides despenhando-se por fim na Terra, enterrado no subsolo.

Após A Morte de Superman

Mas o que não sabiam é que devido a sua origem, a criatura poderia ressuscitar sempre, tornando-se mais poderosa a cada morte. Após anos, ela finalmente despertou e cavou seu caminho em direção a superfície. A onda de destruição causada chamou a atenção da Liga da Justiça. Vários membros foram feridos gravemente. Superman então envolveu-se no confronto, enfrentando e perseguindo a criatura (batizada pela imprensa como Apocalypse) por vários estados norte-americanos. Em Metrópolis, Superman finalmente conseguiu derrotá-lo, mas ao custo de sua vida, sendo que nas HQs seguintes, Superman O Retorno, fica claro que ele não morreu

Novo Krypton

Apocalypse retorna na página final de Superman #681. Ele chega trazendo destruição em Metrópolis depois que os representantes de Krypton se encontram com o Presidente. Apocalypse aparentemente morre depois que Superman, Supergirl e outros kandorianos quebram seu crânio. Seu corpo é mandado para o General Sam Lane, que está envolvido com uma organização governamental que quer impedir uma invasão kryptoniana. Ele coloca Lex Luthor para melhorar o vilão, assim podendo usá-lo como uma arma.

Poderes

Resultado de séculos de aperfeiçoamento genético, sobrevive em qualquer ambiente hostil e possui uma força física quase ilimitada, podendo erguer objetos com milhões de toneladas como continentes, sua invulnerabilidade o protege contra ataques poderosos, como balas, misseis e até bombas nucleares. Em batalha já foi capaz de ignorar o efeito dos raios ômega e quase matou Darkseid, assim como foi o responsável pela morte, ou pela aparente morte do Superman (na verdade Superman não morreu, apenas ficou inconsciente por 6 meses). Possui também regeneração e saliências ósseas que rasgam e trituram qualquer coisa. A criatura pode ressuscitar, tornando-se mais poderosa a cada morte, pois se torna mais resistente ao que a matou antes. A ausência de órgãos internos elimina pontos fracos em sua estrutura. Possui incríveis reflexos e agilidade, tendo atacado Superman desprevenido por várias vezes.
Apocalypse é irracional, tendo em si apenas ódio e destruição, essa soma de poder com falta de racionalidade fazem dele uma das criaturas mais perigosas do Universo.
Apocalypse



Dados da publicação
Publicado porDC Comics
Primeira apariçãoSuperman: The Man of Steel#17 (Nov. 1992)
Criado porDan Jurgens
Terra natalKrypton
AfiliaçõesSociedade Secreta dos Supervilões
Esquadrão Suicida
Apokolips
Codinomes conhecidosA Última forma de vida
A Criatura do Armageddon
O Único que matou Superman.
HabilidadesSuper-Força quase ilimitada, super invunerabilidade, resistencia super-humana, fator de cura, durabilidade super-humana, capacidade de ressucitar se tornando mais poderoso a cada morte.







































2 comentários:

  1. muito bom este site fala tudo sobre o que eu estava procurando

    ResponderExcluir
  2. muito bom este site fala tudo sobre o que eu estava procurando

    ResponderExcluir