quinta-feira, 4 de junho de 2015

MAY PARKER ou GAROTA ARANHA (MARVEL COMICS)

May "May Day" Parker (Spider-Girl) é uma personagem da Universo Marvel, filha do Super-Herói Homem-Aranha junto com Mary Jane Watson Parker que morreu quando sua mãe Mary estava lhe dando a luz. E tambem é uma super-heroína em um futuro alternativo e protagonista de uma série, que já foi estreada nos Estados Unidos, e só publicaram em 6 títulos nacionais (não publicaram todas as historias da May, mesmo sendo a primeira heroína a batido o recorde da primeira heroina a ter mais títulos vendidos).

 Alter ego: May "Mayday" Anna Parker

Afiliações: A-Next
Fantastic Five (Quinteto Fantástico)
Novos Guerreiros

Codinomes conhecidos: Aranha, Mayday, May Day, Garota-Aranha, Garota-Aranha Vermelha.

Publicado por: Marvel Comics

Primeira aparição: What If (vol. 2) #105 (1998)

Criado por:
Tom DeFalco
                   Ron Frenz
                   Mark Bagley (uniforme)



Historia

Suas histórias se passam numa realidade alternativa, na qual a filha de Peter Parker (o Homem-Aranha) e Mary Jane Watson não nasceu morta. Ela cresceu e assumiu a identidade do pai, que feriu seriamente uma das pernas na luta final e também última da sua carreira de herói (contra o Duende Verde original).

O principal inimigo da Garota-Aranha é Norman Osborn (conhecido como Normie), que se tornou o Duende Verde como haviam sido antes o pai e avô. Um super-vilão relutante e confuso com o seu lugar no mundo.

Nova Iorque continua a ser palco de batalhas constantes entre super-humanos. A Garota-Aranha tem os mesmos poderes que o pai, mas também tal como ele, possui uma vida social recheada de problemas e desilusões (o famoso Azar Parker).

Ela já se encontrou com a equipe dos Exilados, grupo formado por mutantes de várias realidades, inclusive do universo Marvel padrão.

A série Garota Aranha começou a ser publicada pela antiga Editora Abril na revista A Teia do Aranha, porém com a transferência dos direitos da revista para a Editora Panini as histórias da garota aranha não tiveram mais continuações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário