sexta-feira, 17 de abril de 2015

BARÃO SANGUE (Marvel Comics)

Nome: Lord John Falsworth


Nome original: Baron Blood

Licenciador: Marvel Comics


País de origem: Estados Unidos da América


Criado por: Roy Thomas 

Vampiro surgido no gibi americano dos invaders nº 7 (julho de 1976) Invasores no Brasil (aquele grupo de super-heróis da Segunda Guerra, que reunia Capitão América, Tocha Humana e Namor). Mas a origem do Barão só seria revelada no nº 9, ainda naquele ano.

John Falsworth era um aristocrata britânico falido que, um pouco antes da Primeira Guerra, viajou pela Europa pesquisando as lendas de vampiro. Ele lera o livro de Bran Stocker e estava convencido que o famoso autor se baseou em fatos reais, inclusive que Drácula realmente existia. Na Transilvânia, o inglês encontrou o castelo do verdadeiro Drácula. Acreditando que se dominasse o famoso vampiro se tornaria invencível, Falsworth abriu a cripta do Conde, armado com uma cruz. Mas o ambicioso lorde foi precipitado e abriu o caixão antes da hora, permitindo que Drácula, mesmo enfraquecido pela cruz, ainda tivesse forças para usar seu hipnotismo, fazendo com que o intruso largasse o objeto sagrado. O rei dos vampiros atacou Falsworth e, dias depois, este também virou um morto-vivo. Tornando-se escravo de Drácula, Falsworth foi enviado de volta à Inglaterra, agora como Barão Sangue, inimigo daquele país. Com o passar dos anos, Falsworth conheceu Hitler e viu no ditador a possibilidade da destruição do Reino Unido. Tornando-se agente nazista, o velhaco criou uma terceira identidade, a do almofadinha benfeitor John Falsworth Jr. (inventando que era filho dele mesmo) enquanto que nos bastidores armava contra os Aliados. Para melhorar sua performance, os cientistas do Reich fizeram experiências no corpo do vilão, permitindo-o que sobrevivesse à luz do dia durante longos períodos. 

História Entrelaçada ao Capitão América

Estava Steve Rogers a disfrutar de um belo serão na companhia da sua namorada Bernie, quando a noite é abruptamente interrompida por um telefonema vindo de Inglaterra. Os Falsworth, uma das mais nobres famílias inglesas, pede a presença urgente de Captain America na Inglaterra. Steve acede, até porque os Falsworth foram seus grandes aliados durante a segunda guerra. Steve reencontra antigos parceiros dos Invaders, a velocista Spitfire (Jacqueline Falsworth) e o Union Jack original (Lord Falsworth). É este, já com avançada idade, que desconfia do regresso do seu irmão, o vampiro Baron Blood. Crimes atribuídos a um tal Estripador, que deixa as vítimas sem sangue, estão a ocorrer por toda Londres. Jacqueline, a filha de Union, não acredita em tais rumores e crê que seu tio continua, ainda, aprisonado na Torre de Londres. Uma rápida análise ao esqueleto da Torre, por Steve, revela que este nem mesmo pertence ao sexo masculino. O Baron está realmente solto. Em pouco tempo, Blood ataca a mansão Falsworth e tenta converter Steve, mas falha graças à protecção da cota de malha que o herói trazia em torno do seu pescoço. Seguindo as pistas deixadas pelo Baron, Steve, com o auxílio de um novo Union Jack, atrai Blood e acaba com o vampiro em um confronto brutal. Steve é forçado a decapitar o mesmo, servindo-se do seu escudo. Enquanto, os restos de Blood ardem, o seu irmão finalmente alcança o descanso da morte, pois sabe que a ameaça do vampiro não existe mais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário